Cidade de Limeira cria meliponário público urbano

Objetivo do novo equipamento público será a preservação de abelhas ameaçadas de extinção, principalmente em razão de desmatamento e mudanças climáticas

0
81
Foto: Secom/Limeira

As abelhas desenvolvem um papel muito importante para o nosso meio ambiente e para a produção de alimentos: o de polinizar. No entanto, estão ameaçadas de extinção, principalmente em razão de desmatamento e mudanças climáticas. Pensando nessas questões, a Prefeitura de Limeira e a Polícia Militar (PM) desenvolveram em parceria o primeiro “Meliponário Urbano” do município.

Trata-se de um espaço público em que foram colocadas colmeias e enxames de abelhas meliponas, que são nativas, não possuem ferrão e são dóceis. O equipamento começou a ser instalado em agosto na Praça 1º de Maio, no Jd. Morro Azul, próximo à Base da PM e da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Unicamp. A expectativa é que sejam colocadas no local 15 colmeias distintas, sendo que quatro já estão prontas para transferência.

A área destinada ao Meliponário Urbano é de 20 m², protegida com grades largas para possibilitar a entrada e saída das abelhas. Haverá ainda comunicação visual sobre o projeto com identificação das abelhas e informações para a população. Serão plantadas no local as flores mini-erica e icsória, para estimular o desenvolvimento das colmeias e enxames.

Ypy

O idealizador do projeto é o capitão da PM Costa Pereira. Ele nomeou o meliponário de Limeira como Ypy, que é uma palavra da língua tupi-guarani, que significa “origem”. As secretarias de Meio Ambiente e Agricultura e de Obras e Serviços Públicos se mobilizaram para viabilizar o projeto.

A prefeitura disponibilizou maquinários e equipe para limpeza e terraplanagem da área, além de materiais como areia, pedrisco, cimento e paralelepípedos.

Foto: Secom/Limeira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here